8 coisas que pais de gémeos ouvem (I parte)

Quem tem gémeos certamente se vai identificar com parte, ou até mesmo todas as situações que se seguem. Já aqui falei duma reacção típica das pessoas, quando saímos com os nossos filhos à rua. Mas para além dos risinhos, e olhares mais ou menos indiscretos, há uma série de perguntas e observações clássicas que pessoas que nunca nos viram mais gordos costumam fazer, por termos tido gémeos. Umas são engraçadas, quase anedóticas. Outras inconvenientes, e até invasivas e bastante desagradáveis. Continue reading “8 coisas que pais de gémeos ouvem (I parte)”

Pessoas sem filhos vs Pessoas com filhos

Estava a Paula grávida, ainda de poucas semanas, quando me cruzei com esta peça da P3. E apesar de já ter passado algum tempo desde que a li, e ainda mais desde que foi publicada, achei interessante trazê-la para aqui. Parece-me que a essência do tema é actual em qualquer altura. Até porque, a cada passo, cruzo-me com alguém a queixar-se da vida difícil que os filhos lhe proporcionam. Continue reading “Pessoas sem filhos vs Pessoas com filhos”

Caí com a minha filha ao colo

Hoje trago aqui um episódio que aconteceu há algum tempo. Eles deviam estar aí com uns dois meses, se tanto. Ainda muito pequeninos, muito frágeis. Quando ainda sentia algum daquele receio inicial de lhes tocar. De fazer algo de tão errado que os marcasse para o resto da vida. Continue reading “Caí com a minha filha ao colo”

Dedicado às famílias monoparentais

Um dos problemas que sempre me incomodou em algumas dinâmicas familiares com que fui contactando ao longo dos anos, foi a questão da divisão de tarefas no lar. Parece-me que de um modo geral já estamos a evoluir (espero não estar errado por não sustentar a minha opinião em nenhuma base científica, mas a sociedade aparenta estar hoje mais receptiva à igualdade de género que há algumas décadas atrás). Mesmo assim continua a assistir-se, com mais frequência que a desejada, a tiques e hábitos que pretendem definir qual é o papel dum homem, e qual é o papel duma mulher, nas mais diversas situações do quotidiano. E se o tema me preocupa desde que tenho maturidade para tal, mais atento tenho estado desde que sou co-responsável pela educação dum rapaz e duma rapariga em simultâneo. Continue reading “Dedicado às famílias monoparentais”